Resenha: Do Seu Lado – Fernanda Sadds

Minha amiga, B. estava lendo este livro e me disse: Você precisa ler este livro! Anotei e assim que possível, eu li! E sim, eu precisava ler e já digo o motivo.

Definindo em uma palavra: Insegurança

Do Seu Lado é um livro comum que deveria ser lidos por garotas como Sarah, como eu, como você.

Quando comecei a ler, eu entendi porque B. afirmou com todas as letras que deveria ler este livro, em suma por eu ser como a Sarah.

“Mas, na realidade, não sou exatamente assim. Tenho feito enormes esforços, mas isso gera um sofrimento terrível dentro de mim. Já discuti isso na terapia antes. Ser alguém que você não é pode fazer os outros felizes. Mas, e quanto a você?”

img_20170219_233058.jpg

317 páginas

Devo confessar que eu me identifiquei com a personagem principal, afinal tivemos um longo relacionamento com um cara e que foi muito difícil seguir em frente quando a relação teve um fim. B sabe bem como foi, eu diria que ela foi a minha Glória, terapeuta da Sarah.

“Eu idealizei você! Criei uma imagem de um cara perfeito para mim, mas, na verdade, você nunca teve nada dele”

Todavia não é apenas neste ponto, mas também no fato de esse relacionamento ter sido extremamente nocivo para a sua vida. Todas as sensações da personagem, suas inseguranças, suas dúvidas e soluções práticas, ou seja, ignorar o fato de que te faz mal porque você o ama, eu já passei por aquilo. A sensação era estar lendo o meu relacionamento com R.

Foi como ver meu ex naquelas páginas: Durante uma briga em que ele deu mancada, ele virar o jogo e você estar errada. Nunca te escutar falando sobre as coisas que te interessam, mas você ter de ouvir sobre as coisas que interessam a ele. Sentir se insegura e com medo de falar o que pensa o tempo todo. Não gostar dos seus amigos. E diversas outras pequenas coisas.

“Vou me encontrar com meu ex para falar sobre arquitetura. Bruno nunca teve paciência para me ouvir falar sobre arquitetura. Quando estávamos na faculdade, eu chegava animada com alguma aula e ele dizia: “meu amor, vamos deixar a profissão de lado?” O que não valia quando era ele quem falava sobre publicidade”

A narrativa do livro é rápida e fácil de ler, os capítulos curtos dão ritmo a leitura que se torna divertida para passar o tempo.

Preciso dizer que eu senti muita raiva lendo, acho que pela primeira vez eu quis bater em uma personagem. Desejo muito dar uns tapas, B eu te entendo por ter desejado me dar uns tapas, eu merecia.

Defini o livro com a palavra Insegurança por ser esta a sensação presente durante todo o livro, Sarah vive insegura e em busca de segurança (é inacreditável o quanto parece comigo essa frase). Eu sei exatamente como é sentir se insegura na sua relação e saber que quem provoca essa sensação é quem deveria trazer segurança.

“Meu coração está tranquilo. Isso é amor: a sensação de que você está onde deveria estar”

Contudo, o livro tem um final feliz e clichê e traz a realidade de milhares de relacionamentos por aí, embora na maioria dos casos, só percebemos o quão tóxica era aquela relação ao sair dela.

Boa Leitura!

Taís Caires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s