Discussão: Caixa de Pássaros – Josh Malerman

E iniciamos 2017 com novos projetos e novas leituras, e o livro de janeiro para o nosso clube foi escolhido pela #IF e foi:

Caixa de Pássaros – Josh Malerman

Intrínseca – 272 páginas

Todos os participantes do nosso clube leram o livro e escrevemos as nossas impressões sobre a leitura:

Por #TC

Confesso que imaginei que sentiria medo durante a leitura, muitos amigos já tinham lido e vi comentários nas redes sociais, mas a leitura foi tranquila.

Uma palavra para definir o livro: Desesperador.

É um livro que te prende do início ao fim, uma leitura rápida porque você não consegue parar de ler.

Todos os acontecimentos do livro me deixava curiosa para saber o que seriam as criaturas. E penso que é a representação do Medo; que deixamos que nos domine e nos paralise, com olhos vendados, o que me remete à cegueira de Saramago. Devo acrescentar que o cenário é semelhante.

Escolhi a palavra Desesperor por considerar a situação que as personagens se encontram e tudo que passam completamente desesperador. Penso que em uma situação semelhante, preferia morrer.

E falando nas personagens, quero falar sobre o Don, uma personagem que eu considerei egoísta, no início porém aos poucos eu pude compreender. E sobre Malorie devo admirar sua determinação e vontade de viver. Demais personagens são bem construídos e gosto muito do Tom.

Sobre o final do livro, que me deixou intrigada, penso que deixa a mensagem de que sobrevive quem melhor se adapta e não o mais forte ou o mais esperto.

A sua preocupação só mantém você a salvo para que possa ficar ainda mais preocupada

Por #DS

Eu gostei bastante do livro, me vi obrigada a devora-lo, nem mesmo a troca de capítulos indo para o presente e passado me incomodou. Talvez a maior graça dessa obra seja que ela abre espaço para diversas interpretações diferentes, diversas teorias podem ser criadas a partir dela. Então aqui vai a minha:

Em toda a história é contado o fato das pessoas não se permitirem  enxergar, vários acidentes aconteceram porque eles viram algo que os levaram a isso. O medo é claramente o que se espalha mais rápido, até mais rápido que os acidentes, as pessoas não param de ver os noticiários e perceber que o mal está cada vez mais próximo. Mas a questão que fica é: Que mal é este que quem vê enlouquece?  Ele é um mal com corpo e forma? Ele está no ar como um vírus? O que é? 

O personagem Gary nos apresenta uma teoria disso, algo que ele acredita fortemente, mas não acredito que ele esteja certo em tudo. Uma das possibilidades que vejo para essas criaturas serem capazes de levar homens a loucura, é o fato de que talvez ela seja algo com presença física. E que sua imagem seja a representação de tudo que há de ruim no mundo, toda a maldade, crueldade e devastação. Todas as histórias que já conhecemos, reunidas com outras pavorosas em que somos ignorantes, reunidas em algum ser, sem o equilíbrio do amor. Isso não seria enlouquecedor? Dar de cara com tudo aquilo que tentamos ignorar de ruim que há no mundo? Ser obrigado a olhar  para as consequências, tanta dor e angústia com o peso do mundo.

Parece estranhamente coerente que o mundo tenha aguentado tanta desgraça e caos, ao ponto dele mesmo reunir todos os registros da história, criando algo que fosse capaz de destruir quem o visse, destruir quem causou tudo. E que quando não destrói, tende a limita-lo, o obrigando a lutar para sobreviver, lhe roubando também a esperança.

Não achei ele um livro assustador, mas achei intrigante.

É um bom livro para você que gosta de bater a cabeça refletindo sobre o que leu, se questionando no que toda essa loucura vai dar.

Como pode esperar que seus filhos sonhem em chegar às estrelas se não podem erguer a cabeça e olhar para elas?

Por #IF

Okay, okay.

Sei que eu que escolhi esse livro, mas Brasil para que tanta angústia? Esse foi o primeiro livro em que senti angústia do início ao fim, mas não algo ruim e sim que dá mais vontade ainda de chegar ao fim.

Observação: tentei fazer uma resenha sem Spoiler e do meu jeitinho. Desde já, desculpa qualquer coisa leitores

Um dos meus maiores medos é ficar sozinha e se tem uma coisa que tenho certeza é que não nasci para ser Malorie.

Ela é jovem, esperta e determinada sua sede pela sobrevivência é maior que qualquer medo e admiro isso nela, mas não sei se eu conseguiria viver em meio a escuridão. Malorie ainda não sabe, mas a Menina e o Garoto vão ser seus companheiros em busca do mundo novo.

Após a dor da perda o melhor a se fazer, ou sua única opção é ir em busca de moradia e ela encontra um lar e é nesse lar que ela conhece Tom e seu fiel escudeiro Victor, porém eles não estão sozinhos há mais algumas pessoas que estão vivendo da mesma forma com medo do desconhecido, fugindo de algo ou alguém que não pode ser visto e se visto pode ser fatal. Não se sabe se as pessoas estão loucas ou se algo as levou a loucura o que sei é que tudo se torna mais complicado quando a comida começa a acabar e precisam ir em busca de alimento. Você conseguiria viver no escuro? Com pessoas que não sabe se pode ou não confiar? A cada página a minha única certeza é que o melhor é não abrir os olhos.

Você está salvando a vida deles para que tenham uma vida que não vai valer a pena

Reflexão: Você conseguiria viver em meio a escuridão? Até onde iria para sobreviver? Qual seu maior medo?

Nota:8,75

Conclusão: recomendo, mas preciso de um livro amorzinho para tirar a angústia do meu coraçãozinho

Por que escolhi o livro? Indicação de uma amiga e de várias pessoas nos grupos de leitura por aí!

Recomendo e desejo uma ótima leitura!

E vocês o que acharam da leitura?

Boa Leitura!

Books Club

Anúncios

2 comentários sobre “Discussão: Caixa de Pássaros – Josh Malerman

  1. blogcomv disse:

    Adorei a resenha e acabei de ler um livro que me deixou de ressaca, também preciso de algo mais amorsinho para superar hahaha Sobre esse livro, vi tantos comentários tanto positivos quanto negativos rondando pelo Insta e Blogs que acredito que a única forma de eu poder criticar ou elogiar é lendo mesmo hahaha

    Um beijão, Carol
    Blog com V.

    Curtido por 1 pessoa

    • Taís Caires disse:

      Oi, obrigada!! E leia o livro, é muito bom rsrs acho que você vai gostar. Sobre um livro amorzinho para sair da ressaca, já leu O Duque e eu – Julia Quinn? Ou qualquer da série, acho que são muito amorzinho para curar ressaca rsrs Beijos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s