Resenha: A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón

E em um dia qualquer, conversando com uma amiga ela te traz um livro para ler e três dias depois você devolve o livro, porque simplesmente foi impossível parar de ler o livro: A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón.

Uma palavra para definir o livro:Fascinante!

Sinopse:

Numa madrugada de 1945, em Barcelona, Daniel Sempere é levado por seu pai a um misterioso lugar no coração do centro histórico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, o menino encontra A Sombra do Vento, livro maldito que mudará o rumo de sua vida e o arrastará para um labirinto de aventuras repleto de segredos e intrigas enterrados na alma obscura da cidade, A busca por pistas do desaparecido autor do livro que o fascina transformará Daniel em um homem ao iniciá-lo no mundo do amor, do sexo e da literatura.

É como ler dois livros, um livro dentro de outro livro. Daniel um garoto que cresceu em

a-sombra-do-vento1

 A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón – 399 páginas

meio aos livros, filho de livreiro que ao encontrar o livro de Julián Carax no Cemitério dos Livros Esquecidos parte em busca de mais livros do autor, e nessa busca ele descobre que alguém está queimando os livros. Mas quem e porque? Em sua procura pelos livros e pela vida de Julián Carax, Daniel nos leva pelas ruas de Barcelona e seus mistérios, seus dramas, suas histórias.

 

“Até aquele instante, não havia compreendido que aquela era uma história de pessoas solitárias, de ausências e de perdas, e que, por esse motivo, havia me refugiado nela até confundi-la com minha própria vida, como quem escapa pelas páginas de um romance porque aqueles que precisa amar são apenas sombras que moram na alma de um estranho.”

Daniel busca incessantemente por anos por informações sobre Julián Carax, se torna uma busca obsessiva por seus livros e por sua vida, e como leitor você fica obcecado em desvendar os dramas da vida de Julián junto a Daniel.

“As pessoas estão dispostas a acreditar em qualquer coisa antes de acreditar na verdade.”

A história de Julián e Daniel se misturam como se fosse apenas uma história, um livro com personagens profundos e apaixonantes, pequenas histórias dentro de outras histórias que se unem de maneira fantástica, intricada, e que encanta e fascina. Um livro que te prende e te seduz da primeira a ultima página.

Narrativa cheia de suspense, mistério, drama e romance. Zafón possui uma escrita apaixonante e envolvente, mestre na arte de contar histórias. E com este livro, Zafón ganhou o meu coração.

Penso eu que é impossível não se apaixonar por este livro. Um livro que nos toca profundamente amando a outros livros, trazendo a tona como a vida do escritor se mistura a vida de seus personagens, como cada escritor coloca um pouco de si mesmo em cada palavra escrita, ou seja, como a alma do autor está amarrada ao livro e como o leitor sente e absorve aquela alma de papel.

“Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa seus olhos pelas suas páginas, seu espírito cresce e a pessoa se fortalece.”

Livro simplesmente fascinante!

Nota: 5/5

Boa Leitura!

Taís Caires

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s